Sindifort lança Campanha de Incentivo à Filiação 2018

 
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Fortaleza (Sindifort) lança a Campanha de Incentivo à Filiação para todos os trabalhadores que desejam filiar-se ao sindicato. 
 
A Campanha de Incentivo acontecerá no período de julho a novembro de 2018 e, mensalmente, serão realizados dois sorteios: um sorteio principal, para os servidores já filiados ao Sindifort, e um sorteio extra, válido a qualquer servidor que fizer sua filiação até o dia 25 de cada mês.
Serão sorteados 6 prêmios a cada mês no sorteio principal — como televisores, celulares, eletrodomésticos e até mesmo diárias em pousadas. No sorteio extra, os prêmios são utensílios domésticos diversos, como sanduicheiras, ferros de passar, jogo de toalhas e espremedores de fruta. Portanto, não perca tempo, filie-se e ganhe prêmios!
 
 
Para mais informações sobre como participar dos sorteios da Campanha de Incentivo à Filiação ao Sindifort, confira o regulamento completo. 
 
 
Porque filiar-se ao Sindifort?
 
  • O Sindifort luta por melhores condições de trabalho, reajuste salarial, e vai em defesa dos servidores e empregados públicos municipais de Fortaleza. 
  • Os servidores filiados têm direito garantido de assistência jurídica, seja individual ou coletiva, com advogados trabalhistas, cíveis, administrativos e disciplinares. *Criminais, somente em situações no ambiente de trabalho. 
  • Os sindicalizados têm direito a descontos em diversas instituições de ensino, lazer, esporte, saúde e outras com as quais o sindicato mantém convênios — como o Sesc e Senac!
  • Os sócios do Sindifort não pagam imposto sindical ou outra espécie de contribuição sindical além da taxa de 2% sobre o vencimento base. 
  • O Sindifort é um sindicato independente, sem vínculo político-partidário e que tem lutado contra governos municipais, estaduais e federais, que retiram direitos dos servidores. Lutamos contra a reforma da Previdência, a terceirização e a reforma trabalhista. Queremos mais verbas para o IPM Saúde e Previfor e melhoria no atendimento.

 

 

Servidores de posto de saúde realizam paralisação em protesto à insegurança

Mobilizados pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), servidores do Posto de Saúde Flávio Marcílio (Mucuripe) paralisaram atividades na manhã desta quinta-feira (24) em ato contra a insegurança no local.

Após o início do movimento, o vereador Jonh Monteiro (PDT) compareceu ao local juntamente com o comandante da PM na área, capitão Messias Mendes, e prometeu aos servidores solução para o problema na unidade de saúde, assumindo inclusive o compromisso de levar o prefeito até o local. Mesmo com a proposta do vereador, os trabalhadores decidiram manter a paralisação durante o dia de hoje. Amanhã (25), o Posto volta a funcionar normalmente. Ainda durante a paralisação, providências começaram a ser tomadas para garantir segurança para os servidores e a população que utiliza o posto.

Na última terça-feira (22), os funcionários do Posto de Saúde Messejana (Casa Verde) também paralisaram temporariamente as atividades cobrando o retorno de seguranças (guardas municipais), porteiros e controlistas.

A segurança para servidores durante o horário de trabalho é uma das pautas da Campanha Salarial dos servidores municipais neste ano. O Sindifort tem cobrado uma maior atenção do Executivo com esta questão e, no dia 09 de abril, o sindicato tratou do tema com o prefeito Roberto Cláudio (PDT). Até o momento não foram apresentadas medidas concretas para solucionar o problema que atinge não só a área da Saúde, mas também outras categorias como guardas municipais, professores, agente de trânsito e etc.

NOTA DE ESCLARECIMENTO AOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO E DEMAIS CATEGORIAS INTEGRANTES DO PCCS DO MAGISTÉRIO SOBRE REPRESENTAÇÃO SINDICAL

EM RESPEITO À LIBERDADE E AUTONOMIA, SINDIFORT E SINDIUTE CELEBRAM ACORDO JUDICIAL 

Assembleia geral convocada pelo Sindiute e Sindifort, ocorreu dia 08/03/2018

O SINDIFORT E O SINDIUTE ESCLARECEM AOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA QUE FIRMARAM ACORDO JUDICIAL, HOMOLOGADO EM 09/02/2018 PELO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, ACERCA DA REPRESENTAÇÃO SINDICAL DA CATEGORIA ESPECIFÍCA DOS "TRABALHADORES/AS EM EDUCAÇÃO, PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, SUPORTE PEDAGÓGICO, SUPERVISORES ESCOLARES, ORIENTADORES EDUCACIONAIS, COORDENADORES PEDAGÓGICOS, ASSISTENTES DA EDUCAÇÃO INFANTIL E DEMAIS TRABALHADORES QUE ESTEJAM INCLUÍDOS NO PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS".


SINDIUTE REPRESENTA COLETIVAMENTE OS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO


AS ENTIDADES, EM RESPEITO À BASE, CONVOCARAM UMA ASSEMBLEIA GERAL, NO DIA 08/03/18, PARA APRESENTAR AOS TRABALHADORES OS TERMOS DO ACORDO JUDICIAL, E A CATEGORIA PRESENTE EM ASSEMBLEIA APROVOU E RATIFICOU O ACORDO E A DELIBERAÇÃO QUE RECONHECE O SINDIUTE COMO SINDICATO ESPECÍFICO DA CATEGORIA. 


SINDIFORT PODE REPRESENTAR SEUS FILIADOS

FICOU, AINDA, ESTABELECIDO NO ACORDO QUE, MESMO O SINDIUTE TENDO A REPRESENTATIVIDADE SINDICAL DA CATEGORIA, SERÁ RESPEITADO O DIREITO DE LIBERDADE DE ASSOCIAÇÃO PREVISTO CONSTITUCIONALMENTE, OU SEJA, A QUALQUER DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA É LIVRE À FILIAÇÃO PROFISSIONAL E SOCIAL A QUALQUER DAS DUAS ENTIDADES, SINDIFORT OU SINDIUTE, ASSIM COMO PODEM ASSOCIAR-SE ÀS DUAS OU MESMO A NENHUMA DESTAS. 

Leia mais:NOTA DE ESCLARECIMENTO AOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO E DEMAIS CATEGORIAS INTEGRANTES DO PCCS DO...

Sindifort assina convênio com com SESC e SENAC e amplia benefícios aos filiados

 O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort) assinou um novo convênio com a Federação do Comércio - Fecomércio – ampliando os benefícios para seus associados. Agora, os servidores públicos de Fortaleza, que já se beneficiavam das atividades do Serviço Social do Comércio – Sesc, também poderão ter acesso aos cursos oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac.

Com a parceria, os filiados ao Sindifort podem ter acesso a serviços gratuitos e ter descontos em atividades na área da assistência, educação, cultura, lazer e saúde. O contrato tem vigência  a partir de 5º de maio de 2018

Benefícios

Sesc

Atividades físicas e desportivas com atendimento em cursos e modalidades esportivas;
Atividades culturais, como teatro, cinema, galeria de artes, dentre outras;
Biblioteca com acesso à internet;
Clínica de saúde e suas especialidades;
Clínicas odontológicas;
Educação infantil, fundamental, jovens e adultos, pré-vestibular, supletivo e cursos e idiomas;
Excursões e reservas para hospedagem nas colônias de férias através do DR/SESC/CE para todo o Brasil;
Hospedagem na colônia ecológica do Sesc Iparana;
Restaurantes e lanchonetes com acompanhamento nutricional;

Senac

Atualmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac oferece capacitação profissional nas áreas de: artes, beleza, comércio, comunicação, design, gastronomia, gestão, hospitalidade, produção de alimentos, segurança alimentar, saúde, turismo, conservação e zeladoria; idiomas e informática.

Carteirinha Sesc

Para usufruir da política unificada de descontos do Sistema Fecomércio, os associados deverão ser portadores do carteira do Sesc. Para confeccioná-la, o interessado deve comparecer à sede do sistema da Federação do Comércio (Rua Pereira Filgueiras, 1070 – Aldeota) ou demais conveniadas (SESC - rua Clarindo de Queiroz 1440 ou rua 24 de Maio, 692, Centro), de segunda a sexta, de 8 às 17h, com os seguintes documentos:

- RG e CPF;
- Comprovante de endereço atualizado (água, luz, telefone, internet etc);
- Cópia do contracheque;
- Declaração de filiado ao Sindifort (disponível na sede do sindicato ou com diretores);
Obs.: O valor de R$29,35 por carteirinha. A foto é feita na hora.

Veja AQUI a tabela de preços do SESC

Aproveite mais esse benefício que o Sindifort conquistou para você. Faça logo sua carteira!

NOTA DE ESCLARECIMENO AOS ACS E ACE

As acusações levianas e irresponsáveis ao Sindifort, por parte de alguns gestores subordinados à SMS, não ficarão impunes e será cobrada ao governo Roberto Cláudio retratação pública, sob pena de interpelação judicial

Após a publicação do decreto 14.164/18. que regulamenta a Gratificação de Produtividade de Campo (GPC) dos agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate às endemias (ACE), pessoas mal intencionadas estão espalhando boatos que o Sindifort fez denúncia à SMS para ser retirada produtividade dos ACE que trabalham internamente. É MENTIRA.

1. Há muitos anos que o Sindifort defende os direitos dos ACS e ACE, mesmo quando estes ainda eram terceirizados. Em 2002, durante demissão em massa da categoria, o Sindifort liderou a mobilização, chegando inclusive a acampar na Praça do Ferreira;

2. Em 2015, desiludidos com a atuação de outras entidades sindicais, cada vez mais ACS e ACE passaram a ter referência e se filiar ao Sindifort. Desde então, a categoria obteve várias conquistas, tais como o PCCS, garantia da 1ª progressão por tempo de serviço em 2016 para todos os ACS e ACE (posição da PMF era só para 1.200 servidores). Também em 2016 asseguramos juntos à SMS e SEPOG certidão para todos(as) ACS que concluíram a primeira etapa da formação do Curso Técnico de Agente Comunitário de Saúde (CTACS). Com isso, nenhum ACS perdeu a 1ª Promoção por Capacitação e não precisou fazer ou apresentar outros cursos de 120 horas. Estes são apenas alguns exemplos de lutas e conquistas recentes;

3. Sobre a Gratificação de Produtividade de Campo (GPC), a posição do Sindifort é e sempre foi pela produtividade para todos os ACS e ACE. Em 05 de janeiro deste ano encaminhamos ofício à SMS sugerindo alterações em vários pontos do decreto da produtividade para que não houvesse perdas à categoria. A SMS não aceitou as alterações propostas pelo Sindifort.

4. O Sindifort não compareceu ao ato da assinatura do decreto 14.164/18 por saber claramente que o decreto não assegurava a gratificação para todos. Outros compareceram e assinaram junto com o prefeito Roberto Cláudio.

5. Logo após a publicação do decreto, em 20/02/18, o Sindifort saiu com nota dizendo que não aprovava o decreto e que o mesmo excluiria muitos ACS e ACE. Convocamos inclusive assembleia geral, mas poucos servidores compareceram. Alguns preferiram acreditar que não seriam excluídos, pois isso era o que diziam pelegos, inclusive alguns gestores da atual administração;

6. Continuamos cobrando a GPC para todos os ACS e ACE, inclusive pedimos agora, no início de março, aos servidores que fazem jus ao benefício e não receberam, que trouxessem os contracheques e outros documentos à sede do Sindifort para podermos cobrar da PMF/SMS;

7. Para deixar ainda mais clara nossa posição, dia 09/04/2018, durante reunião da Mesa Central de Negociação, o diretor de Mobilização do Sindifort, Anderson Ribeiro, cobrou diretamente ao prefeito Roberto Cláudio que a Gratificação de Produtividade de Campo (GPC) fosse extensiva a todos os agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde, independente de trabalharem interna ou externamente, sobretudo assegurar também às pessoas com deficiência e readaptadas. Anderson fez questão que a posição do Sindifort sobre a GPC para todos os ACS e ACE constasse, inclusive, na ata da reunião com o prefeito Roberto Cláudio;

8. Quem está excluindo os servidores ACS e ACE da GPC é a Prefeitura. A posição do jurídico da SMS é de que o trabalho interno descaracteriza o serviço externo e por isso o ACE e ACS nesta situação não recebe a GPC. O Sindifort não tem poder para implantar, tampouco para cortar qualquer gratificação;

Reafirmamos nosso compromisso de luta com os ACS e ACE e pedimos que não ouçam e nem divulguem mentiras de quem quer dividir e enfraquecer a categoria. Dia 18 de abril, quarta-feira, todos à assembleia geral e ato conjunto a partir das 8h no Paço Municipal )Gabinete do Prefeito)! Não basta se indignar, é preciso lutar!

Bem-Vindo!


Agenda da Luta

Cadastre seu email

Leia Nosso Informativo



 

 

 

 

       

Cartilha de direitos das mulheres

  

Atendimento Jurídico

Vídeos do Sindifort
Facebook
Twitter
Youtube