Na sexta-feira (14/11/14), os servidores entregaram a Pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2015 no Paço Municipal. A categoria já se encontra mobilizada para a data-base dos servidores e empregados públicos do município (1º de janeiro) e aguarda uma resposta do Prefeito Roberto Cláudio.

Após a entrega da Pauta, os trabalhadores se deslocaram até a Câmara Municipal de Fortaleza, onde participaram de audiência pública sobre a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) de Fortaleza para o ano de 2015. A Lei, elaborada pela Prefeitura e encaminhada à CMFor, prevê reajuste de apenas 6% para os servidores, o que não cobre sequer a inflação do ano de 2014.

A categoria reivindica um reajuste geral de 16,29%, a título de reposição das perdas salariais, mais aumento real. O indicador usado para o cálculo foi o INPC de Fortaleza e tem como base estudo realizado pelo economista e professor da UFC, Émerson Marinho. No reajuste relativo a 2013 e que vigorou este ano, os servidores não tiveram assegurada nem mesmo a reposição da inflação. O reajuste aplicado pela Prefeitura, que teve como base o IPCA, foi de 5,7%, enquanto a inflação de Fortaleza em 2013 chegou a 6,38%, segundo o mesmo índice. 

No caso dos professores, é reivindicado um percentual 19% para que seja garantido o cumprimento do piso salarial da categoria. Este percentual tem por base a média dos reajustes do piso salarial dos professores a partir de 2011. No entanto, isto ainda pode ser revisto, já que o piso é calculado anualmente com base em portaria do Ministério da Educação, que só deve ser divulgada em dezembro deste ano.

Além da proposta de reajuste, a pauta da Campanha Salarial 2015 também trata de questões como fim da terceirização e da seleção pública, com a realização de concursos; melhoria das condições de trabalho, por um serviço público de qualidade; e fim das intervenções do Judiciário com garantia da liberdade e autonomia sindicais. A pauta cobra ainda o cumprimento do piso salarial para os agentes de comunitários de saúde e agentes comunitários de endemias.

A Campanha Salarial, que tem como tema “Prefeito, quando os servidores não ganham, a cidade perde”, é organizada pelo Fórum Unificado dos Servidores e Empregados Públicos Municipais, que é integrado por entidades representativas da categoria e coordenado pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais de Fortaleza (Sindifort).

Veja as fotos no nosso facebook.

Bem-Vindo!


Agenda da Luta

DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO

- 14/09/2017 | 16h | Praça da Bandeira.

 

Cadastre seu email

Leia Nosso Informativo



 

 

 

 

       

Cartilha de direitos das mulheres

  

 

 

 

 

Vídeos do Sindifort
Facebook
Twitter
Youtube