Os garis da Emlurb reuniram-se em assembleia geral na manhã da quarta-feira, 11/06/2014, para avaliar o cumprimento dos prazos para atendimento das reivindicações da categoria por parte da Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF) e pela direção da Emlurb.

Ao final, a assembleia manteve o estado de greve da categoria até o atendimento de todas as revindicações e cumprimento dos compromissos assumidos pela PMF e pela Empresa.

Os trabalhadores voltam a encontrar-se para assembleia geral no dia 02/07/14, às 8h, na sede da Emlurb.

Questões pendentes:
Devolução do desconto dos dias paralisados no mês de abril/14, conforme determinado pela Justiça do Trabalho - Os valores descontados ainda não foram devolvidos. O compromisso da Sepog é que essa devolução seria feita até o dia 10/06. De acordo com contato feito pelo jurídico do Sindifort junto ao jurídico da Sepog, a devolução deverá ser feita na folha de junho/14,
Como são valores consideráveis para os trabalhadores, o Sindifort/Sindilurb farão a doação de cestas básicas para os trabalhadores que tiveram descontos por ocasião da greve. A entrega ocorrerá na sexta-feira (13/06) na sede da Emlurb a partir das 14h. Essa doação visa reduzir os efeitos do corte de salários. A doação não substitue os descontos dos dias parados.

Aplicação do desconto de 6% sobre o vencimento base a partir do mês de maio/14, referente à concessão do vale transporte - Foi cumprida, porém verificou-se redução na quantidade de vales transporte distribuídos e no valor creditado no passcard.
Distribuição de equipamentos de proteção (EPIs) - Foi feita apenas para os garis escalados para trabalhar durante o período da Copa, na Arena Castelão/adjacências e na FanFest/Praia de Iracema.
Diante desses problemas, a assembleia decidiu encaminhar ofício para a a Sepog, cobrando uma posição oficial sobre os seguintes pontos:
a) A reposição dos valores descontados no mês de abril/2014, em cumprimento à sentença judicial que determinou a ilegalidade do corte de salários e a devolução dos descontos.
b) A entrega de material de trabalho e EPIs apenas para garis que irão trabalhar durante a Copa, quando deveria ser para todos.
c) A regulamentação com a distribuição/restituição de vales transportes/passcards, referentes ao mês em curso, e a devolução /restituição dos valores descontados a mais no período de novembro/13 a abril/14.

Prazos para atendimento das reivindicações
Os garis reafirmaram a cobrança do cumprimento dos prazos estabelecidos pela Emlçurb/PMF para atendimento das revindicações:
a) Regularização da distribuição do leite até 16/06.
b) Transporte adequado para evitar que os garis sejam transportados em cima dos caminhões junto com o lixo até 1º/07.
c) Distribuição de material de trabalho até 1º/07.
d) Distribuição imediata dos epis para todo os trabalhadores que faem jus ao benfício, independente de está trabalhando durante o período da Copa.
e) Resposta sobre análise/estudo sobre manutenção dos quinquênios/licença especial para trabalho até 21/07.
Foram refirmadas também as exigências de:
f) Realização de concurso público.
g) Alteração da jornada de 6 para 8 horas.
h) Reestruturação da Emlurb.

 

Bem-Vindo!


Agenda da Luta

DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO

- 14/09/2017 | 16h | Praça da Bandeira.

 

Cadastre seu email

Leia Nosso Informativo



 

 

 

 

       

Cartilha de direitos das mulheres

  

 

 

 

 

Vídeos do Sindifort
Facebook
Twitter
Youtube