Os agentes de operação e fiscalização de trânsito da AMC paralisaram as atividades à meia-noite de sexta-feira, 24 e voltaram ao trabalho no início da madrugada de segunda-feira, 27. A paralisação de advertência se estendeu por 48h e pode voltar a ocorrer no final de semana seguinte, dias 1º e 2 de fevereiro.

>> Veja no nosso facebook algumas matérias que saíram na imprensa sobre a paralisação dos agentes.

Como os demais servidores municipais, os agentes da AMC estão em campanha salarial e em estado de greve. A categoria vinha negociando suas reivindicações com a Prefeitura desde o mês de julho/13, em Mesa Setorial Específica do Sistema de Negociação Permanente(Sinep), criado no início da gestão Roberto Cláudio (Pros). Como acontece na Mesa Central e demais Mesas Setoriais do Sinep, as reivindicações e a representação dos agentes da AMC não vêm sendo tratadas de forma adequada pela gestão, que se comprometeu a agendar reunião até o dia 10/01/14 para discutir as demandas da categoria. A reunião não foi marcada.

Diante da suspensão das negociações, os agentes de trânsito realizaram assembleia geral no dia 17 de janeiro e decidiram que, se até o dia 24/02 não houvesse proposta por parte da Prefeitura/AMC, haveria paralisação durante todo o final de semana. A Autarquia e à PMF foram comunicadas antecipadamente sobre o movimento e a população também foi avisada dia 21/01, através de publicação em jornal que circula na capital. Nova assembleia está marcada para a sexta-feira, 31/01, às 17h30, na Praça Estrela. Se a Prefeitura e a AMC não negociarem durante a semana, nos dias 1º/02 e 02/02, os agentes devem parar novamente.
Durante a paralisação, a categoria vai manteve em funcionamento apenas equipes para atender as ocorrências graves. O trânsito ficou ficar ainda mais complicado devido a obras diversas espalhadas pela cidade, ensaio de blocos para o pré-carnaval etc.

Entre as principais reivindicações dos agentes de trânsito estão:
1- Mudança do nível de ingresso na carreira de técnico para Superior, com o devido enquadramento dos Agentes de Trânsito na tabela no Nível de Classificação “D” (Superior);
2- Melhores condições de trabalho e valorização dos agentes diante das grandes obras, desvios e eventos constantes em nossa cidade;
3- Correção da distorção salarial da categoria em relação à média das demais capitais do país;
4 - Correção da jornada de trabalho de 36 para 30 horas semanais assegurada no Plano de Cargos, Carreiras e Salários;

Bem-Vindo!


Agenda da Luta

 

Dia Municipal de Lutas 

-01/11/2017 | 08h | IPM (Av da Universidade)

Dia Nacional de Lutas 

 -10/11/2017 | 08h20 | Praça da Bandeira 

Dia de Luta na Câmara Municipal - ACS e ACE

-29/11/2017 | 9h | Câmara Municipal de Fortaleza

Cadastre seu email

Leia Nosso Informativo

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

       

Cartilha de direitos das mulheres

  

 

 

 

 

Vídeos do Sindifort
Facebook
Twitter
Youtube