Clique na imagem e  veja mais fotos do ato

Mesmo a Câmara Municipal já tendo votado  o reajuste salarial de 2,95%, os servidores municipais realizaram nesta quinta-feira, 22, protesto e assembleia geral para cobrar a revisão do índice e outros pontos de pauta da campanha salarial 2018. O ato unificado aconteceu desde às 8h em frente ao Paço Municipal e foi mobilizado pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort) e outras entidades que representam os servidores municipais. 

Durante o ato, uma comissão de sindicalistas foi recebida pelo titular da Sepog, Philipe Nottingham. Ele se comprometeu em responder até a próxima segunda-feira, 26/03, sobre reunião das entidades representativas dos servidores municipais com o prefeito para tratar de pontos essenciais para os servidores tais como:
1.Rever reajuste de 2,95% pois o mesmo mantém perda de 6,29% relativa aos 2 últimos anos;
2. Imediato destravamento das matrizes salariais dos PCCS;
3. Cumprimento dos anuênios;
4. Fim do bloqueio para gozo da licença prêmio;
5. Aumento do valor do auxílio-refeição;
6. Cumprimento do piso salarial dos professores.
Em assembleia geral que ocorreu após o fim da reunião com o secretário da Sepog, foi aprovado:

  • Dia 11 de abril, quarta-feira, assembleias específicas das várias categorias de servidores municipais (em breve divulgaremos calendário).
  • Dia 18 de abril, quarta-feira, nova assembleia geral e ato conjunto a partir das 8h no Paço Municipal (Gabinete do Prefeito) para construir a greve geral dos servidores municipais, caso a pauta essencial não seja atendida.

Quem promoveu o ato: Sindifort, Intersindical, Sindiute, Frente Povo Sem Medo, Frente Sindical - Frente das Entidades Representativas dos servidores e empregados público do Município de Fortaleza (FERSEP-FOR), Sintsaf, Sindiaudif, Sinasce, Asimfor, Afim, Senece, Sindifam, Sindiguardas, Assec, Sindisaúde e Sindilurb.

Bem-Vindo!


Agenda da Luta

Cadastre seu email

Leia Nosso Informativo



 

 

 

 

       

Cartilha de direitos das mulheres

  

Atendimento Jurídico

Vídeos do Sindifort
Facebook
Twitter
Youtube